Coreia do Norte: Kim Jong-Il eleito sem surpresas para o Parlamento

O dirigente comunista norte-coreano Kim Jong-Il foi eleito por unanimidade para o Parlamento na eleição de domingo, anunciou nesta segunda-feira a imprensa oficial, em uma votação sem surpresas, mas potencialmente significativa para o futuro do regime mais isolado do planeta.

AFP |

Kim Jong-Il, 67 anos, que já concentra todos os poderes do país, foi eleito na circunscrição militar nº 333, número da sorte na Coreia, segundo imprensa oficial, que informou uma taxa de participação de 100%.

Os norte-coreanos votaram no domingo para eleger uma nova Assembleia Popular Suprema, uma simples formalidade em um país dominado pelo partido único do "querido dirigente" Kim Jong-Il.

O resultado não foi um mistério, já que os candidatos - um por circunscrição - foram designados pelo governo ou pelo partido único dos Trabalhadores.

No entanto, a eleição pode ter sido uma introdução do que será o regime comunista no futuro.

Segundo o Instituto Estratégico para a Segurança Nacional, com sede em Seul, as eleições podem ser o prelúdio da chegada de uma geração de tecnocratas e economistas, depois de décadas de hegemonia do exército.

    Leia tudo sobre: coréia do norte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG