A Coreia do Norte decidiu levar a julgamento as jornalistas americanas detidas, segundo uma informação oficial.

Pyongyang havia confirmado que as duas americanas tinham sido detidas no dia 17 de março por "entrarem ilegalmente em território" norte-coreano e que "estava sendo realizada uma investigação".

As jornalistas, a americano-coreana Euna Lee e a sino-americana Laura Ling trabalham, ambas, para o canal californiano Current TV.

bur-pst/sd.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.