importante anúncio amanhã, diz jornal japonês - Mundo - iG" /

Coréia do Norte fará importante anúncio amanhã, diz jornal japonês

Tóquio, 19 out (EFE).- A Coréia do Norte fará um importante anúncio amanhã, informou neste domingo a imprensa japonesa, num momento em que muito se especula sobre o estado de saúde do líder do regime comunista, Kim Jong-il, de 66 anos.

EFE |

Em 9 de setembro, o líder norte-coreano não assistiu ao desfile militar com o qual o regime comemorou os 60 anos de sua fundação, o que despertou todo tipo de conjecturas sobre sua saúde.

Fontes do serviço secreto americano afirmaram na época que Kim tinha sofrido um derrame cerebral, havia sido operado e estava se recuperando aos poucos.

Funcionários do Ministério da Defesa norte-coreano citados hoje pelo jornal japonês "Sankei Shimbun" confirmaram que "um importante anúncio" será feito "em 20 de outubro".

Segundo a publicação, o Governo do Japão especula a possibilidade de a Coréia do Norte anunciar a morte de Kim ou uma mudança no Governo do regime comunista.

No entanto, o diário também lembra que, a partir de amanhã, a Coréia do Norte vai proibir a entrada de estrangeiros no país.

A reportagem do "Sankei Shimbun" é publicada um dia depois de o jornal japonês "The Daily Yomiuri" ter dito que a Coréia do Norte havia pedido a seus representantes no exterior que não abandonassem seus postos e estivessem preparados para um anúncio importante.

O "Daily Yomiuri", que cita várias fontes oficiais anônimas, especulou que o anúncio pode ter a ver com o estado de saúde de Kim ou com as relações do regime comunista com a Coréia do Sul.

Por sua vez, as autoridades sul-coreanas disseram que estão apurando as especulações da imprensa, mas que, por enquanto, não perceberam nenhuma movimentação especial da Coréia do Norte, informou ontem à noite a agência de notícias "Yonhap".

"Estamos confirmando as reportagens. Depois que foram publicadas, não foi detectado nada especial, mas estamos observando atentamente a situação na Coréia do Norte", disse um oficial do Governo sul-coreano à "Yonhap". EFE icr/wr/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG