Coreia do Norte evacua 5 mil pessoas devido às chuvas

País sofre com as precipitações na região da fronteira com a China

EFE |

SEUL - O regime comunista da Coreia do Norte evacuou mais de cinco mil pessoas na zona de sua fronteira com a China por causa das chuvas torrenciais "sem precedentes" que castigaram a região, informa hoje a agência sul-coreana "Yonhap".

Vários aviões e navios militares norte-coreanos se deslocaram este sábado para as imediações da localidade fronteiriça de Sinuiju para resgatar os moradores isolados, que estavam "entre a vida e a morte", segundo a "Yonhap", que cita a "KCNA", a agência estatal da Coreia do Norte.

A agência não detalha se houve vítimas por causa das precipitações, que aconteceram entre quinta-feira e sexta-feira e fizeram com que o rio Amnok transbordasse, na fronteira natural entre Coreia do Norte e China.

As inundações paralisaram o tráfego e causaram "vários danos materiais" na parte norte-coreana, ao mesmo tempo em que obrigaram a população "a se refugiar nos telhados das casas e nas colinas", segundo a "KCNA".

Os navios e aviões norte-coreanos evacuaram um total de 5.150 residentes e os levaram para zonas seguras, segundo a agência. Na parte chinesa foram evacuadas cerca de 51 mil pessoas e pelo menos três estão desaparecidas, informaram este sábado as autoridades chinesas.

A cidade de Sinuiju é ligada com a localidade chinesa de Dandong, onde as chuvas derrubaram mais de 200 imóveis e cortaram a provisão de energia elétrica em algumas partes da cidada. A passagem entre ambas as cidades é uma rota comercial vital para o isolado regime da Coreia do Norte. *

* Com EFE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG