Discussão entre norte-coreanos e cinco países foi paralisada em 2009

A Coreia do Norte disse a um enviado russo que visitou o país que está disposta a discutir seu programa de enriquecimento de urânio em negociações com Coreia do Sul, Estados Unidos, China, Japão e Rússia. "Coreia do Norte deseja negociar com as seis partes incondicionalmente", disse o ministério das Relações Exteriores em Pyongyang.

"Não temos objeção sobre a inclusão do tema de enriquecimento de urânio nas negociações", declarou um porta-voz da chancelaria norte-coreana ao vice-ministro russo das Relações Exteriores, Alexandre Borodavkin. Em visita a Pyongyang, Borodavkin se reuniu com o chanceler Pak Ui-Chun e com outros responsáveis do regime comunista, segundo a agência sul-coreana Yonhap.

As negociações a seis - Coreia do Norte, Coreia do Sul, Rússia, Estados Unidos, Japão e China - estão paralisadas desde dezembro de 2008, e Pyongyang se retirou oficialmente em abril de 2009, um mês antes de realizar seu segundo teste nuclear.

Coreia do Norte aceitou em 2005 deter seu programa nuclear em troca de uma ajuda econômica, diplomática e de segurança, mas o acordo fracassou. Pyongyang realizou testes nucleares com plutônio em 2006 e 2009, e em novembro de 2010 revelou sua unidade de enriquecimento de urânio.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.