SEUL - A Coreia do Norte disparou dois mísseis Scud em testes realizados no sábado (horário local), informou a agência de notícias sul-coreana Yonhap, citando uma autoridade governamental.

A notícia amplia as tensões regionais com os testes da Coreia do Norte e a ameaça do país de ampliar seu arsenal nuclear em resposta às sanções da ONU. "A Coreia do Norte disparou dois mísseis, que parecem ser do tipo Scud, por volta de 8h de hoje", disse a autoridade, que não teve o nome revelado, segundo a Yonhap. "Estima-se que os mísseis tenham alcance de 500 km."

A Coreia do Norte, que tem histórico de disparar mísseis em momentos de tensões diplomáticas, foi alvo de uma sanção da Organização das Nações Unidas após realizar um teste com armas nucleares em 25 de maio. O lançamento de sábado (horário local) também coincide com o dia da independência dos Estados Unidos, em 4 de julho.

A Coreia do Norte lançou um foguete em abril numa movimentação que, para muitos, foi um teste disfarçado de um míssil de longo alcance.

Depois disso, o país disparou uma série de mísseis de curto alcance após o teste de 25 de maio e voltou à carga com novos disparos no início de julho.

O Conselho de Segurança da ONU puniu a Coreia do Norte pelo lançamento do foguete em abril ao aumentar a rigidez das sanções já existentes.

A Coreia do Norte disse ter o direito de lançar o foguete como parte de seu programa espacial civil e ameaçou com o lançamento de um míssil balístico intercontinental se o Conselho não pedisse desculpas pela punição.

Em resposta ao teste nuclear, o Conselho de Segurança aprovou em junho uma resolução que proíbe o comércio de armas pela Coreia do Norte, incluindo sistemas de mísseis, que são fonte vital de moeda estrangeira para o país.

Leia mais sobre Coreia do Norte

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.