Coréia do Norte declarará atividades nucleares em uma semana, segundo imprensa

A Coréia do Norte apresentará uma declaração de suas atividades nucleares em menos de uma semana, informou nesta sexta-feira a agência sul-coreana Yonhap.

AFP |

A declaração deve ser transmitida por volta de 26 de junho à China, país anfitrião das negociações a seis sobre a desnuclearização do regime comunista de Pyongyang, indicou a Yonhap, citando uma fonte diplomática.

O Ministério sul-coreano das Relações Exteriores afirmou que está verificando a informação da agência Yonhap.

A Coréia do Norte se comprometeu a desativar e desmantelar suas instalações nucleares em troca de uma ajuda de um milhão de toneladas de petróleo, vital para esse país de 23 milhões de habitantes que sofre com o desabastecimento e que é um dos mais isolados do mundo.

Desde a assinatura desse acordo, em fevereiro de 2007, as autoridades comunistas norte-coreanas ofereceram uma mostra de sua boa vontade ao interromper o funcionamento de seu principal reator de Yongbyon, espinha dorsal de seu programa nuclear militar e onde o plutônio é tratado.

No entanto, as negociações foram paralisadas depois que o regime de Pyongyang não respeitou a data de 31 de dezembro de 2007 que havia sido fixado para que a lista integral de seus programas nucleares fosse apresentada e para que Yongbyon fosse totalmente desativada.

lim/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG