Coreia do Norte critica reação de Seul

Segundo a KCNA, agência de notícias oficial norte-coreana, afundamento do navio Cheonan é uma farsa coordenada pelo país vizinho

EFE |

Seul - O Governo da Coreia do Norte criticou o comunicado emitido pelo presidente sul-coreano, Lee Myung-bak, sobre o afundamento do navio "Cheonan", em março, e disse que trata-se de uma "farsa" para ocultar uma conspiração "coordenada por ele mesmo", segundo o jornal sul-coreano "Hankook Ilbo".

A reação foi transmitida pela agência de notícias oficial norte-coreana "KCNA", e trata-se da primeira resposta às medidas oficialmente anunciadas por Lee na segunda-feira, quando ele responsabilizou a Coreia do Norte pelo ataque que matou 46 tripulantes do navio. Fiel ao discurso tradicional dos norte-coreanos, a "KCNA", que cita a Comissão Nacional de Defesa do país, usou expressões como "traidor" e "maníaco anti-reunificação", acusando o presidente do país vizinho de deixar o clima tenso entre seus compatriotas.

Em discurso à nação, o presidente da Coreia do Sul anunciou na segunda-feira a suspensão quase total do comércio com a Coreia do Norte, além de garantir que o Conselho de Segurança das Nações Unidas receberá notificação oficial sobre o ataque. Na última semana, uma equipe de especialistas internacionais concluiu que o afundamento do "Cheonan" foi provocado por um torpedo lançado por um submarino norte-coreano em águas do Mar Amarelo (Mar Ocidental), durante a noite de 26 de março. A Coreia do Norte negou participação na explosão, apesar de a investigação ter garantido haver provas suficientes e incontestáveis, como fragmentos do torpedo.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, deu ordens a suas tropas na península coreana para que impeçam futuras agressões vindas do Norte, e manifestou total apoio às medidas anunciadas por Lee, incluindo a exigência de um pedido de desculpas oficiais por parte de Pyongyang. Os EUA têm mais de 28 mil soldados na Coreia do Sul.

    Leia tudo sobre: iGMundoCoreia do NorteCoreia do Sul

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG