Coreia do Norte confirma detenção de americano

A Coreia do Norte notificou oficialmente aos Estados Unidos a detenção de um cidadão americano. Segundo o porta-voz do Departamento de Estado americano, Philip Crowley, o aviso foi feito por uma missão diplomática norte-coreana que está em Nova York.

iG São Paulo |


Crowley indicou que os norte-coreanos não deram mais informações sobre o preso, como seu nome, se é homem ou mulher ou o motivo da detenção.

A confirmação chega um dia depois de a agência sul-coreana "Yonhap" informar sobre a detenção, na segunda-feira passada, de um cidadão americano por tentar supostamente entrar "ilegalmente" no país através da fronteira com a China.

Washington está buscando com o governo da Suécia um intermediário que tenha acesso ao preso para verificar em que condições ele se encontra e saber sobre os detalhes do incidente.

A embaixada da Suécia em Pyongyang (capital norte-coreana) representa os interesses dos EUA na Coreia do Norte, pois estes dois países não têm relações diplomáticas.

A Coreia do Norte também mantém preso desde 24 de dezembro passado outro cidadão americano, o missionário e ativista Robert Park.

Ele foi preso ao atravessar ilegalmente a fronteira chinesa com intenção de entregar uma carta ao líder norte-coreano, Kim Jong-il, e pedir os fechamentos dos campos de trabalho, segundo a imprensa local.

Além disso, no ano passado foram detidas e condenadas a 12 anos de trabalhos forçados duas jornalistas americanas de origem asiática na fronteira norte-coreana com a China, as quais gravavam imagens para um documentário sobre o tráfico de mulheres.

Mas elas finalmente foram libertadas graças aos esforços diplomáticos americanos, com a colaboração do ex-presidente Bill Clinton, que se reuniu com o líder norte-coreano.

Com EFE

Leia mais sobre Coreia do Norte

    Leia tudo sobre: coréia do norte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG