Coreia do Norte concorda em voltar a negociar seu programa nuclear

Porta-voz do governo norte-coreano afirmou que país está disposto a retomar o diálogo com os EUA sobre desarmamento

EFE |

O regime comunista da Coreia do Norte concorda com mais conversas com os Estados Unidos após as mantidas na semana passada e reiterou sua vontade de retomar as negociações de seis lados sobre seu programa nuclear.

Estas declarações, publicadas pela agência estatal norte-coreana, "KCNA", aconteceram poucos dias depois que o primeiro vice-ministro de Exteriores da Coreia do Norte, Kim Kye-gwan, se reuniu em Nova York com o enviado especial dos EUA para a Coreia do Norte, Stephen Bosworth.

Um porta-voz do Ministério de Exteriores norte-coreano citado pela "KCNA" assinalou que ambas as partes falaram sobre como melhorar as relações entre Pyongyang e Washington e retomar as conversas para o desarmamento nuclear "em um ambiente sincero e construtivo", informa a agência sul-coreana "Yonhap".

"Os dois reconheceram que a melhora das relações bilaterais e uma resolução negociada e pacífica sobre a desnuclearização da península coreana se ajusta ao interesse de ambas as partes, e acertaram continuar o diálogo", disse o porta-voz.

As declarações do porta-voz norte-coreano aconteceram no meio de informações sobre uma possível viagem de Bosworth a Coreia do Sul, China e Japão para explicar os resultados das conversas entre Washington e Pyongyang e analisar os próximos passos, segundo uma fonte diplomática em Seul.

    Leia tudo sobre: coreia do norteeuaprograma nuclear

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG