Coreia do Norte: China pede calma à comunidade internacional

A China pediu calma neste sábado à comunidade internacional ante as atividades nucleares da Coreia do Norte, em uma conferência regional sobre segurança em Cingapura.

AFP |

"A península coreana deve avançar para a desnuclearização e esperamos que todas as partes interessadas mantenham a cabeça fria e respondam de forma comedida ao problema", afirmou o tenente-general chinês Ma Xiotian.

Depois de um novo teste nuclear na segunda-feira, condenado pelo Conselho de Segurança da ONU, a Coreia do Norte, que ameaçou atacar a Coreia do Sul, lançou seis mísseis de curto alcance.

Além disso, fotos de satélite revelaram a circulação de veículos em duas áreas de lançamento de mísseis na Coreia do Norte, o que sugere que Pyongyang se prepara para lançar um projétil balístico de longo alcance.

Na mesma conferência, o secretário de Defesa americano, Robert Gates, advertiu de forma enérgica a Coreia do Norte sobre as atividades nucleares e afirmou que Washington está disposto a reagir se Pyongyang ameaçar os Estados Unidos ou seus aliados na Ásia.

"O programa nuclear da Coreia do Norte constitui uma ameaça para a paz e a estabilidade regionais. Não ficaremos com os braços cruzados enquanto a Coreia do Norte se dota da capacidade de destruir qualquer objetivo na Ásia, ou nós mesmos", destacou o diretor do Pentágono.

mba-dab/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG