Coreia do Norte cancela acordo com o Sul em parque industrial

SEUL - A Coreia do Norte anunciou na sexta-feira o cancelamento de todos os acordos com a Coreia do Sul relativos a salários, aluguéis e impostos em um parque industrial administrado conjuntamente ao norte da fronteira comum, e que tem se tornado foco de atritos entre os dois países rivais.

Reuters |

A notícia foi divulgada pela agência estatal de notícias KCNA, logo depois de Seul anunciar que solicitaria um diálogo extraordinário com o Norte a respeito do Parque Industrial de Kaesong, que é o último grande vínculo econômico entre as duas Coreias e uma importante fonte de divisas para o Norte.

"Anunciamos a revogação dos correspondentes regulamentos e contratos feitos em favor da Coreia do Sul", disse carta da administração de Kaesong enviada a Seul e citada pela KCNA.

Analistas viram na decisão uma manobra do Norte para endurecer o jogo nas negociações, mas não acham que sinalize o fim do encrave industrial que já foi visto como um modelo para a cooperação econômica.

A desativação do parque provocaria instabilidade na Coreia do Norte, que teria de encontrar emprego para dezenas de milhares de operários e perderia uma das suas únicas fontes de investimentos externos.

Afetada por sanções econômicas, tornadas mais rígidas desde o disparo de um foguete em abril, com a subsequente decisão de retomar atividades nucleares estratégicas, a Coreia do Norte tem tentado obter mais dinheiro das empresas sul-coreanas que operam em Kaesong. A carta disse que as companhias que não aceitarem as novas regras "podem deixar o complexo."

O ministério sul-coreano da Unificação disse em nota que "as medidas ameaçam fundamentalmente a estabilidade do parque de Kaesong, e não podemos aceitá-las".

Seul também pediu a libertação imediata de um trabalhador sul-coreano detido há dois meses em Kaesong sob a acusação de fazer comentários depreciativos sobre o regime comunista local.

Leia mais sobre Coreia do Norte

    Leia tudo sobre: coreia do nortecoréia do norte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG