Coreia do Norte bloqueará linhas telefônicas com Coreia do Sul na fronteira

SEUL - A Coreia do Norte anunciou hoje o fechamento do escritório de contato da Cruz Vermelha na fronteira com a Coreia do Sul e o bloqueio de todas as linhas telefônicas entre os dois países através da zona desmilitarizada de Panmunjom, informou a agência Yonhap.

EFE |

Pyongyang justificou esta medida como um protesto por causa da política de confronto do Governo conservador de Seul.

O comitê central da Cruz Vermelha norte-coreana emitiu um comunicado criticando a Coreia do Sul por ter participado de uma resolução da União Européia (UE) e do Japão contra o abuso aos direitos humanos no país comunista.

Pyongyang qualificou o fato como um "desafio frontal e uma provocação grave contra a dignidade e o sistema" da Coreia do Norte.

O regime comunista tomou essa resolução como uma "negação frontal" dos acordos alcançados entre as duas Coreias durante as históricas cúpulas intercoreanas realizadas em 2000 e 2007, que abriram a reconciliação entre as duas partes.

A medida foi anunciada poucas horas depois que o regime norte-coreano anunciou restringir e cortar a partir de 1º de dezembro todas as passagens por estrada da linha de demarcação militar que separa os dois países.

Leia mais sobre Coreia do Norte - Coreia do Sul

    Leia tudo sobre: coréia do nortecoréia do sul

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG