Coreia do Norte ameaça reforçar seu arsenal nuclear

O regime de Kim Jong-il tem programas nucleares baseados em plutônio e urânio, segundo os especialistas

EFE |

A Coreia do Norte assegurou nesta segunda-feira que reforçará seu poder nuclear "com um novo desenvolvimento" e lembrou que os Estados Unidos estudaram o uso de armas nucleares contra Coreia do Norte no passado, informou a agência oficial norte-coreana "KCNA".

Um porta-voz do Ministério de Assuntos Exteriores norte-coreano disse à "KCNA" que documentos americanos desclassificados recentemente demonstram que o governo de Washington estudou o uso de suas armas nucleares quando a Coreia do Norte derrubou um avião espião dos EUA em 1969, incidente no qual morreram 31 tripulantes americanos.

"O fato histórico demonstra que responder ao poder nuclear com o poder nuclear é a decisão correta", acrescentou o porta-voz norte-coreano em suas declarações.

O porta-voz alegou que isto é uma mostra mais de que os EUA tentam usar seu arsenal nuclear cada vez que se apresenta a ocasião à base de prosseguir com sua "política de poder" contra a Coreia do Norte e acrescentou que o atual governo dos EUA não mudou de postura.

O regime de Kim Jong-il tem programas nucleares baseados em plutônio e urânio, segundo os especialistas.

    Leia tudo sobre: Coreia do Norteprograma nuclear

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG