Coreia do Norte ameaça reduzir a Coreia do Sul a escombros

A Coreia do Norte ameaçou nesta terça-feira reduzir a migalhas a Coreia do Sul caso Seul prossiga com a política de confronto.

Redação com agências internacionais |

Acordo Ortográfico "Seria melhor que as autoridades fantoches tivessem em mente que nossos ataques preventivos reduzirão tudo a escombros", ameaça o Exército norte-coreano em um comunicado.

"Será uma guerra justa (...) para construir um Estado independente reunificado", acrescenta o texto.

Um representante norte-coreano advertiu que a contínua propagação por parte de grupos civis sul-coreanos de panfletos de propaganda anticomunista na Coreia do Norte será respondida com uma "ação prática decisiva" por parte de Pyongyang.

A Coreia do Norte criticou também uma recente manobra militar na Coreia do Sul, que descreveu como a preparação de "um ataque preventivo" contra seu país, e advertiu que responderá com um ataque ainda mais forte.

Em março, militares de Pyongyang já haviam ameaçado "reduzir a cinzas" a Coreia do Sul, em resposta às declarações do chefe do Estado-Maior conjunto sul-coreano sobre um possível ataque preventivo contra a Coreia do Norte.

A reação norte-coreana ocorre um dia depois de as duas Coreias realizarem uma reunião de representantes militares.

Além disso, as autoridades sul-coreanas informaram hoje que um soldado norte-coreano desertou no domingo através da fronteira com o país comunista.

As autoridades abriram uma investigação para esclarecer o motivo de sua fuga, mas, nas primeiras declarações, o dissidente disse que sua deserção se deve à má situação vivida pelo regime norte-coreano.

Leia também:

Leia mais sobre  Coreia do Sul - Coreia do Norte


    Leia tudo sobre: coréia do nortecoréia do sul

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG