Coreia do Norte ameaça manobras militares de Coreia do Sul e EUA

Seul, 16 ago (EFE).- O regime comunista da Coreia do Norte ameaçou hoje com uma represália sem piedade as novas manobras militares conjuntas nas quais a partir desta segunda-feira participarão milhares de soldados da Coreia do Sul e dos Estados Unidos.

EFE |

As manobras, que os dois países participantes consideram um mero exercício defensivo, costumam ser denunciadas pela Coreia do Norte, que as qualifica da preparação para uma invasão de seu território.

Nesta ocasião, um porta-voz da missão norte-coreana na linha de fronteira de Panmunjom assegurou que os exercícios militares "dos imperialistas dos Estados Unidos" e "do grupo de traidores de Lee Myung-bak", o presidente sul-coreano, são "uma manobra para uma guerra nuclear", segundo informou a agência sul-coreana "Yonhap".

Nas próximas manobras regulares, que acontecem entre os dias 17 e 27 de agosto, vão participar 56 mil soldados sul-coreanos e 10 mil militares americanos.

Esses exercícios se desenvolvem anualmente desde 1975 e simulam uma hipotética guerra com a Coreia do Norte. EFE co-psh/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG