Córdoba viaja ao Brasil para seguir com soltura de reféns das Farc

Bogotá - A senadora opositora Piedad Córdoba e vários delegados do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) viajarão nesta sexta-feira ao Brasil, para dar seguimento ao processo de libertação de seis reféns das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

EFE |

Assim assegura a colombiana "Rádio Caracol", que também indica que "a congressista viajará às 10h (7h, Brasília) em um voo da empresa Helistap".

Segundo ela, o avião foi fretado pelo governo colombiano e seu destino "inicial será São Gabriel de Cachoeira, no nordeste do estado do Amazonas".

Junto a Córdoba, viajarão a coordenadora da corporação Casa da Mulher, Olga Sánchez Gómez, o jornalista Jorge Enrique Botero e quatro integrantes do CICV.

As Farc anunciaram em 21 de dezembro que libertariam seis reféns - dois políticos, três policiais e um militar - perante delegados do CICV e escolheram como coordenadora da operação Piedad Córdoba.

Córdoba serviu de mediadora, no final de 2007, para outras libertações de reféns das Farc junto ao presidente da Venezuela, Hugo Chávez, a pedido do chefe de Estado colombiano, Álvaro Uribe.

A libertação dos sequestrados acontecerá em três operações e datas diferentes e, segundo foi anunciado por Córdoba, a primeira delas será já no próximo domingo.

Leia mais sobre: Farc

    Leia tudo sobre: farc

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG