flexibilizar posições para libertação de reféns - Mundo - iG" /

Córdoba pede às partes para flexibilizar posições para libertação de reféns

Bogotá, 9 jan (EFE).- A congressista opositora Piedad Córdoba entregou hoje uma carta ao comissário de paz da Colômbia, Luis Carlos Restrepo, na qual pede às partes para flexibilizar posições para concretizar a entrega de seis reféns que as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) anunciaram que libertarão.

EFE |

A legisladora se reuniu pela segunda vez com o funcionário colombiano no marco de suas gestões para receber os cativos e lhe pediu que facilite a mesma logística que foi usada na entrega de outros seis reféns no começo do ano passado ou permitir ao Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) que a "contrate" no exterior.

Córdoba leu a carta na qual assegurou que é necessário "flexibilizar posições e buscar saídas viáveis com o concurso de todas as partes".

"É urgente encontrar mecanismos que permitam utilizar o procedimento de libertações anteriores com acompanhamento do CICV a fim de superar a negativa do Governo de contar novamente com essa logística", acrescentou.

A autorização que a senadora pede se refere aos recursos necessários para a libertação, como helicópteros, os quais deveriam ser trazidos do exterior para não usar nenhum tipo de equipamento colombiano.

"Nos dois diálogos sustentados com o Governo falamos francamente e abertamente das possibilidades, as limitações, a fé indeclinável na libertação e as estratégias para levá-la a cabo", esclareceu.

O delegado do CICV na Colômbia, Christophe Beney, e a congressista se reuniram a noite da quarta-feira para analisar os detalhes da missão para receber os seis reféns.

As Farc estimaram em carta "insuficiente" a participação do CICV nesta libertação e exigem a presença de uma personalidade estrangeira, um representante do movimento Colombianos pela Paz e a senadora Córdoba. EFE fer/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG