Córdoba diz que continuará trabalhando para libertar reféns das Farc

Cali (Colômbia), 5 fev (EFE).- A senadora colombiana Piedad Córdoba, que liderou a missão humanitária para receber os reféns das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), afirmou hoje que, mesmo com as críticas recebidas e as dificuldades que encontrou, continuará trabalhando pela libertação de sequestrados.

EFE |

Córdoba esteve presente hoje na entrega do ex-deputado colombiano Sigifredo López, do departamento de Valle del Cauca.

Ele foi o último dos seis reféns políticos e policiais ou militares que as Farc libertaram nesta semana, conforme haviam anunciado.

A congressista contou a emissoras locais que, na quarta-feira, foi vaiada dentro de um avião quando viajava para Cali, sudoeste da Colômbia.

"Continuo trabalhando e continuarei trabalhando nisto, porque tem a ver com os princípios, com as convicções e, se não, já teria deixado (a missão)", ressaltou a legisladora. EFE fer/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG