Coração artificial é fabricado na França

Uma fábrica nos arredores da França está começando a produzir um novo modelo de coração artificial, que promete reproduzir as funções do coração humano de forma quase natural. Os primeiros pacientes devem receber o equipamento em 2011.

BBC Brasil |

Reuters
Empresa começa a produzir um novo modelo de coração artificial
Empresa produz modelo de coração artificial

O novo coração, desenvolvido pelo renomado cirurgião cardíaco francês Alain Carpentier, é recoberto por um tipo de pele sintética especialmente desenvolvida para prevenir a rejeição do tecido.

A invenção é revolucionária porque tem um sensor capaz de regular batimentos e fluxo sanguíneo de acordo com as necessidades do paciente.

A tecnologia foi desenvolvida por engenheiros da EADS, gigante francesa do ramo aerospacial, que utilizam os sensores eletrônicos na orientação de mísseis.

O coração foi testado com sucesso em animais e será utilizado primeiro em pacientes que correm risco de vida e sem outras opções de tratamento.

O diretor da Carmat, empresa que vai fabricar os corações, Marcello Corvitti, afirma que, no hemisfério ocidental, 100 mil pacientes precisam de um coração, mas apenas 5 mil terão sorte de conseguir um transplante.

O objetivo da companhia é fornecer corações artificiais ao restante, dependendendo das indicações clínicas dos pacientes e da performance do equipamento.

Leia mais sobre ciência

    Leia tudo sobre: ciência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG