Conversas de paz com Israel estagnaram, diz negociador palestino

Jerusalém, 9 abr (EFE).- O chefe da equipe negociadora palestina, Ahmed Qorei, assegurou hoje que as conversas de paz com Israel estão estagnadas e lembrou o direito de seu povo à resistência.

EFE |

"As conversas já não avançam nada, são uma perda de tempo e chegaram a ponto morto devido à inflexível mentalidade israelense", disse Qorei à imprensa em Ramala.

Qorei, que dirigiu a equipe negociadora palestina desde que foi iniciado o processo de Annapolis, em novembro de 2007, se queixou do fato de "a liderança palestina ter negociado com oito Governos israelenses e que cada novo gabinete impõe novas condições e programas que obrigam as conversas a começar do zero".

O negociador afirmou que o movimento nacionalista Fatah pode voltar a recorrer à resistência caso as negociações pacíficas não consigam nada.

"A opção da resistência segue estando disponível para nós em todas as formas que a legislação internacional garanta, porque as negociações são apenas um meio e não um objetivo".

O novo Executivo israelense, liderado por Benjamin Netanyahu, se opõe à criação de um Estado palestino e seu chanceler, o ultradireitista Avigdor Lieberman, já declarou que seu Governo não está ligado ao processo de paz iniciado em Annapolis com apoio da comunidade internacional.

Já o presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas, anunciou que não se reunirá com Netanyahu até que seu Governo reconheça os acordos de paz anteriores, cesse a construção de assentamentos na Cisjordânia e declare seu compromisso com uma solução de dois Estados. EFE Sa/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG