ponto morto , diz Maliki - Mundo - iG" /

Conversas com EUA sobre bases no Iraque estão em ponto morto , diz Maliki

Amã, 13 jun (EFE) - As negociações entre Iraque e Estados Unidos para um acordo a longo prazo sobre a presença militar americana no país árabe chegaram a um ponto morto, disse hoje em Amã (Jordânia) o primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki.

EFE |

Ao término de sua visita à Jordânia, Maliki explicou aos jornalistas "os diferentes pontos de vista" entre os dois países, e, especificamente, acusou os EUA de "tentarem atropelar a soberania iraquiana".

A atitude, disse Maliki, entra em contradição com as idéias que desde o início presidiram as negociações, que consistiam em que deveria haver "um acordo entre dois Estados totalmente soberanos e precisava ser garantida a soberania do Estado iraquiano".

Por isso, "não há ainda um acordo, mas só uma minuta e uma série de idéias colocadas para discussão, sobre as quais há diferentes pontos de vista", ressaltou.

Segundo as informações divulgadas, os EUA pretendem garantir a imunidade para seus militares no Iraque e para os serviços de segurança, controlar o espaço aéreo iraquiano, criar bases militares permanentes e ter direito de fazer detenções por sua conta, detalhes que irritaram vários setores no Iraque. EFE am/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG