Convenção em Denver vai elaborar plataforma do Partido Democrata

Denver (EUA) 25 ago (EFE).- A Convenção Nacional do Partido Democrata americano hoje em Denver vai elaborar a plataforma da legenda para as eleições de 2008, um documento que será seu programa eleitoral.

EFE |

Ao contrário do que ocorre na Europa e na América Latina, o ato de aprovação do programa é mais automático e tem pouca relevância política.

Estes são os pontos-chave da plataforma democrata: Iraque Retirada de todas as brigadas de combate em 16 meses. Seria mantida uma força para lutar contra grupos terroristas, proteger o os diplomatas e assessorar as Forças Armadas iraquianas.

Afeganistão Envio de pelo menos duas brigadas de combate adicionais. Doação de US$ 1 bilhão extra por ano para a reconstrução do país.

Irã Negociações diretas sem pré-condições com o Irã para que detenha seu programa atômico. Mais sanções unilaterais e multilaterais caso o regime de Teerã continue suas atividades nucleares.

América Latina Uma relação mais estreita com a América Latina e especialmente com Brasil, México e Colômbia no combate ao narcotráfico, à pobreza e à desigualdade, e em assuntos relacionados à imigração.

Cuba Fim das restrições às visitas de parentes à Cuba e ao envio de remessas. Início do processo de normalização de relações, caso o regime cubano liberte todos os prisioneiros políticos.

Imigração Regularização dos mais de 12 milhões de imigrantes ilegais que residem nos EUA. Aumento do número de vistos de trabalho, inclusive para parentes de pessoas que residem no país.

Aumento do número de agentes fronteiriços e meios técnicos para reforçar a vigilância na fronteira. Sanções contra empresas que contratam imigrantes ilegais.

Economia Um pacote de estímulo fiscal de US$ 50 bilhões. Ajudas aos cidadãos para compensar a alta dos preços da gasolina e dos artigos básicos.

Eliminação dos cortes tributários aprovados pelo atual Governo republicano para as pessoas que ganham mais de US$ 250 mil.

Energia Investimento de bilhões de dólares durante os próximos dez anos para estabelecer um setor de energias limpas e criar cinco milhões de empregos. Imposição de obrigações às empresas pelo dióxido de carbono que emitem.

Os democratas prometem que para 2025 pelos menos 25% da eletricidade consumida no país virá de fontes renováveis.

Aumento das exigências de eficiência dos automóveis para obrigá-los a gastar menos combustível.

Mudança climática Os EUA aceitarão um teto obrigatório de emissões de dióxido de carbono, investirão em energias limpas e ajudarão os países em desenvolvimento a limitar seus níveis de poluição.

Saúde Um sistema de saúde universal, que conceda subsídios aos cidadãos para que paguem seu seguro e que proíba as empresas do setor a se negarem a dar assistência a uma pessoa que sofra de uma doença crônica.

Forças Armadas Aumento do tamanho do Exército em 65 mil integrantes e da Marinha em 27 mil.

Porto Rico Determinação do status político de Porto Rico nos próximos quatro anos. Ampliação dos programas de ajuda federal aos porto-riquenhos, de modo que recebam benefícios comparáveis aos que estão disponíveis para os cidadãos nos estados da União. EFE cma/ab/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG