Controlador que estava ao telefone no momento de acidente no Hudson é suspenso

Um controlador de tráfego aéreo de Nova York que estava fazendo uma ligação telefônica pessoal no momento em que um helicóptero e um avião se chocaram, no último final de semana, foi suspenso, informou a Administração Federal de Aviação (FAA, na sigla em inglês) dos Estados Unidos. Além do controlador, um supervisor que estava ausente do centro de controle no momento do acidente também foi suspenso.

BBC Brasil |

Em um comunicado, a FAA afirmou que não há razões para crer que as ações tenham contribuído de alguma forma para o acidente, mas classificou a conduta dos dois funcionários como "inaceitável" e afirmou ter dado início a procedimentos disciplinares contra os dois.

Todos os nove tripulantes das duas aeronaves morreram no acidente, que ocorreu no último sábado (8) na região do rio Hudson, que separa o Estado de Nova Jersey da cidade de Nova York - que fica no Estado de mesmo nome.

Entre os mortos estavam nove turistas italianos que visitavam Nova York.

Também nesta sexta-feira, a FAA afirmou que irá revisar os procedimentos operacionais para voos sobre o rio Hudson.

A medida foi anunciada depois de pilotos terem pedido uma revisão nas diretrizes de segurança de voo da região, conhecida pelo seu intenso tráfico aéreo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG