Continuam negociações para libertar capitão americano refém de piratas

Washington, 12 abr (EFE).- Richard Phillips, o capitão americano sequestrado por piratas somalis, continua vivo e seguem as negociações para sua libertação, informou hoje a rede de televisão americana CBS.

EFE |

O diálogo foi interrompido no sábado, segundo o jornal "The New York Times", depois que os negociadores americanos insistiram em que os piratas tinham que ser detidos e um grupo que representa os seqüestradores se negou a aceitar o pedido.

A interrupção nas conversas teria ocorrido horas depois de os piratas abrirem fogo contra uma lancha da Marinha americana que tentou se aproximar do bote salva-vidas onde está retido o capitão americano, de 53 anos.

No entanto, o diálogo foi reaberto hoje, segundo a CBS, que lembrou que dois navios de guerra americanos vigiam de perto a pequena embarcação onde estão Phillips e os quatro seqüestradores.

O capitão foi capturado na quarta-feira, depois que os piratas abordaram o cargueiro "Maersk Alabama", no qual viajavam 20 marinheiros rumo a Mombaça, com uma carga de contêineres de comida do Programa Mundial de Alimentos (PMA) das Nações Unidas.

Os outros integrantes da tripulação chegaram ontem a salvo ao porto de Mombaça e permanecem a bordo do cargueiro, enquanto o FBI realiza uma investigação sobre o ataque, segundo a "CBS". EFE tb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG