Continuam consultas sobre participação de Honduras no CDH

Genebra, 15 set (EFE).- Os membros do Conselho de Direitos Humanos da ONU (CDH) continuam hoje suas consultas sobre a participação de Honduras, depois que o embaixador do país centro-americano fora expulso ontem da sala após ser denunciada sua presença pelos países latino-americanos.

EFE |

Segundo informaram hoje fontes do Conselho, ainda não foi resolvido o conflito criado pela presença ontem do embaixador hondurenho Delmer Urbizo, que tinha sido nomeado pelo Governo de Manuel Zelaya mas depois expressou sua fidelidade ao autoproclamado presidente Roberto Micheletti.

Os trabalhos do Conselho estão bloqueados enquanto não se resolva o assunto da participação de Honduras, e as fontes disseram que hoje se anunciará uma decisão sobre o mesmo.

Ontem, primeiro dia do Conselho, os países latino-americanos se puseram em favor do destituído presidente de Honduras, Manuel Zelaya, e assinalaram que não aceitariam a participação do embaixador fiel a Micheletti.

O presidente do CDH e embaixador da Bélgica, Alex Van Meeuwen, anunciou ontem à noite que tinha tido conhecimento de uma carta enviada pelo Governo de Zelaya informando que seu embaixador perante a ONU em Genebra já não representava ao presidente constitucional.

Após explodir o conflito, o embaixador Urbizo foi convidado a sair da sala, o que fez escoltado. EFE vh/fk

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG