Foram detectadas três mensagens que o presidente não enviou

O ministro do Interior venezuelano, Tareq El Aissami, informou hoje que foi aberta uma investigação sobre um suposto "hackeamento" da conta de Twitter do presidente Hugo Chávez, após serem detectadas três mensagens que ele não enviou.

Em declarações esta noite à rede estatal "Venezolana de Televisión", o ministro disse que o Governo venezuelano solicitou formalmente aos administradores da rede social Twitter uma investigação para determinar os responsáveis.

O titular de Interior assinalou que se presume o "hackeamento" da conta do presidente, @chavezcandanga, desde quarta-feira passada, data na qual foi enviada a primeira mensagem suspeita.

O ministro acrescentou que uma das três mensagens foi escrita quando o presidente estava em um ato público no último dia 24 de setembro, transmitido ao vivo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.