baby-boomers - Mundo - iG" /

Consumo de drogas duplicou entre baby-boomers

Enquanto o consumo de cocaína, anfetaminas e maconha caiu entre os jovens americanos em 2007, também duplicou entre os baby-boomers, a geração de seus pais e avós, segundo um estudo oficial.

Redação com AFP |

Acordo Ortográfico A taxa de consumo de drogas ilícitas entre americanos de 55 a 59 anos duplicou no ano passado, ficando em 4,1%, segundo o estudo da agência antidrogas do departamento de Saúde dos Estados Unidos (SAMHSA, na sigla em inglês), publicado nesta semana.

A alta se explica no fato de que muitos "baby-boomers", nascidos entre 1946 e 1964, continuaram usando drogas mesmo depois de crescidos, no auge da época do rock'n'roll e da liberação sexual.

"Isso confirma nossa preocupação com o fato de que os 'baby-boomers' continuam a envelhecer consumindo um alto nível de entorpecentes", alerta o comunicado da SMAHSA.

Do lado dos jovens, o estudo mostra que o consumo de cocaína entre os 18 e 24 anos caiu 23%, a 1,7%, enquanto o de anfetaminas perdeu um terço de seus usuários, a 0,4%, entre 2006 e 2007. O preço da cocaína, por sua vez, aumentou 21% nos Estados Unidos.

Entre os jovens de 12 a 17 anos, registrou-se em cinco anos uma queda do consumo de quase todos os tipos de drogas, passando de 11,6% em 2002 a 9,5% em 2007. O consumo de maconha nesta faixa etária também diminuiu, de 8,2% em 2002 para 6,7% em 2007.

A ingestão de álcool entre os jovens de 12 a 17 anos (que por lei não podem consumir bebidas alcoólicas) também sofreu uma redução, de 17,6% em 2002 para 15,9% em 2007. Além disso, caiu para 9,8% a porcentagem de jovens que fumam cigarros, contra 13% em 2002.

    Leia tudo sobre: drogas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG