Consulado dos EUA é alvo de ataque no Paquistão

Ao menos oito pessoas morreram em um ataque contra o Consulado dos Estados Unidos em Peshawar, no Paquistão, horas após um atentado suicida deixar 41 mortos em outra parte do país, segundo autoridades.

iG São Paulo |

Prometendo mais violência, militantes do Taleban paquistanês assumiram a autoria do ataque ao consulado , que inclui entre seus oito mortos quatro terroristas, um policial, dois seguranças do consulado e um homem não identificado. Ninguém se feriu dentro da missão diplomática.

"As forças de segurança mataram quatro insurgentes. Toda a zona está cercada pelo Exército. Os milicianos tentaram entrar no consulado americano, mas não conseguiram. A situação agora está sob controle", disse o ministro da Província da Fronteira do Noroeste, Bashir Ahmed Bilur.


Soldados paquistaneses controlam área das embaixadas em Peshawar / AFP

"Eu vi os agressores em dois veículos. Alguns deles portavam granadas de propulsão. Eles primeiro abriram fogo contra os seguranças no posto perto do consulado, e aí as explosões aconteceram", disse a testemunha Siraj Afridi à Agência Reuters.

Um funcionário paquistanês de inteligência disse que se tratou de um bem planejado ataque suicida. A embaixada dos EUA em Islamabad, capital do Paquistão, informou que o atentado reflete o desespero dos militantes.

"O ataque coordenado envolveu um veículo-bomba (guiado por um) suicida e terroristas tentando entrar no prédio usando granadas e disparos de arma de fogo", disse a embaixada, acrescentando que vários dos seus seguranças paquistaneses ficaram feridos, e dois deles morreram.

Reuters
Veículo destruído após ataque a bomba próximo ao consulado dos EUA
Veículo destruído após ataque a bomba próximo ao consulado dos EUA

Sedes e funcionários diplomáticos dos EUA já foram atacados várias vezes no Paquistão desde que o país se aliou a Washington na campanha contra a militância islâmica. Uma TV mostrou imagens tremidas de três homens, aparentemente militantes, erguendo suas armas em sinal de rendição, após uma explosão na área.

As explosões criaram nuvens de fumaça branca, e moradores disseram que soldados isolaram o local e orientaram os vizinhos a não sair de suas casas. Helicópteros sobrevoavam o local.


Coluna de fumaça é vista após explosão perto de embaixada dos EUA / AFP

Taleban assume autoria

Falando por telefone de um local não revelado, Azam Tariq, porta-voz do Taleban paquistanês, disse que o grupo foi responsável pela ação .

"Os americanos são nossos inimigos. Realizamos o ataque contra o consulado deles em Peshawar. Planejamos mais ataques desses", disse Tariq, que no entanto negou a autoria do grupo em uma explosão anterior, em um comício político.

"Afirmamos que temos entre 2.800 e 3.000 fedains (guerrilheiros). Vamos cometer mais ataques desse tipo. Atacaremos todos os lugares onde estão os americanos", disse Tarik.

* Com Reuters, AP e AFP

Leia mais sobre Paquistão

    Leia tudo sobre: paquistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG