Constituição de Kosovo entra em vigor

A Constituição de Kosovo independente entrou em vigor neste domingo, apesar da oposição de Belgrado, marcando o início de uma reconfiguração de poder na antiga província sérvia.

AFP |

O presidente kosovar, Fatmir Sejdiu, celebrou a data com a assinatura de uma série de leis que até o sábado precisariam do aval da missão da ONU (MINUK) que administra o território desde o fim do conflito de 1998-1999 entre as forças do regime sérvio de Slobodan Milosevic e os separatistas de etnia albanesa de Kosovo.

"A adoção da Constituição representa o segundo momento histórico mais importante para Kosovo, depois da proclamação da independência", afirmou Sejdiu.

Quatro meses depois da proclamação unilateral de independência, em 17 de fevereiro, a entrada em vigor da Constituição representa para os albano-kosovares - mais de 90% de uma população de dois milhões - uma etapa importante para uma soberania maior.

Porém, a Sérvia, que tem o apoio incondicional da Rússia e permanece contrária à independência de um território que considera o berço de sua história, afirma que a Constituição kosovar não tem qualquer valor.

"É um acontecimento político, com conseqüências nocivas. Porém, para a Sérvia não é juridicamente válido", afirmou o presidente Boris Tadic.

ih-sm-bir/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG