Conservadores aumentam diferença frente a trabalhistas no R.Unido

Londres, 19 jul (EFE).- Os conservadores britânicos ampliaram a diferença em relação aos trabalhistas do primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, em uma pesquisa de intenção de voto, na qual os tories garantiram a maior brecha desde setembro do ano passado.

EFE |

A pesquisa, feita pela firma YouGov e publicada hoje no jornal "The Sunday Times", concede aos conservadores de David Cameron (primeiros da oposição) um total de 42% de apoio, uma alta de dois pontos frente a outra consulta realizada no mês passado, enquanto os trabalhistas subiram um ponto, até 25%.

O Partido Liberal-Democrata, terceira maior legenda britânico, permaneceu com 18%.

O YouGov entrevistou 1.956 pessoas em todo o país entre 16 e 17 de julho.

Segundo o "Sunday Times", a situação econômica e as críticas ao Governo pela guerra no Afeganistão, onde 16 soldados britânicos morreram este mês, estão afetando o Trabalhismo.

O jornal -que publica a pesquisa faltando menos de um ano para a convocação de eleições gerais- acrescenta que a população ainda está preocupada com o nível do desemprego no Reino Unido, que já supera os dois milhões de pessoas. EFE vg/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG