Conservador Rodrigo Ávila admite derrota nas eleições em El Salvador

San Salvador, 15 mar (EFE).- O aspirante à Presidência de El Salvador pela conservadora Aliança Republicana Nacionalista (Arena), Rodrigo Ávila, admitiu sua derrota nas eleições deste domingo para Mauricio Funes, da ex-guerrilha Frente Farabundo Martí para a Libertação Nacional (FMLN), e antecipou uma oposição construtiva.

EFE |

"Em uma democracia temos que reconhecer todos que às vezes se alcança o objetivo e às vezes não", declarou em um ato perante seus simpatizantes.

"Quero reconhecer Mauricio Funes que nesta disputa a margem de diferença lhe deu a vantagem e peço a Deus, pedi a Deus, que assim como deu sabedoria ao povo salvadorenho a dê também a seu partido", acrescentou, enquanto seus seguidores gritavam "pátria sim, comunismo não".

Ávila assegurou que seu partido, a Arena, "já esteve no passado na oposição".

"Fomos e seremos uma oposição construtiva", ressaltou e assegurou que quando se comprometeu a aceitar qualquer resultado o fez a sério.

"Durante este ano trabalhamos arduamente, trabalhamos arduamente para oferecer ao país continuar lutando pela liberdade, pela paz e pelo progresso", assegurou. EFE lb/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG