Conservador Boris Johnson ganha a Prefeitura de Londres

Londres, 2 mai (EFE).- O conservador Boris Johnson foi proclamado hoje novo prefeito de Londres ao ganhar do veterano trabalhista Ken Livingstone nas eleições municipais realizadas na quinta-feira.

EFE |

Com uma participação de 45%, Johnson obteve um total de 1.168.738 votos nas 14 circunscrições da capital, frente aos 1.028.966 obtidos por Livingstone e os 236.685 do terceiro candidato, o liberal-democrata Brian Paddick.

Assim que foi informado de sua vitória, Johnson elogiou seus oponentes e disse que a campanha foi "uma maratona", ao mesmo tempo em que destacou que trabalhará "muito duro" para "ganhar a confiança" dos muitos londrinos que votaram nele.

Por sua vez, Livingstone, visivelmente emocionado, se mostrou orgulhoso do que conseguiu nos últimos oito anos e desejou ao novo prefeito que desfrutasse da mesma forma que ele fez durante sua passagem pela Prefeitura.

A derrota de Livingstone, prefeito desde 2000 e que tentava se reeleger para um terceiro mandato, reforça o mau momento vivido pelo Partido Trabalhista em outros municípios na Inglaterra e em Gales.

Os trabalhistas registraram nas eleições municipais de quinta-feira seus piores resultados em 40 anos.

Com 159 municípios em disputa, os "tories" ganharam 256 vereadores e somaram 12 Prefeituras às que já possuíam, enquanto os trabalhistas perderam 331 vereadores e nove municípios, enquanto os liberais-democratas ganharam 34 vereadores e uma Prefeitura.

Segundo uma análise da "BBC", caso esses dados, desconsiderando Londres, atinjam o âmbito nacional, o Trabalhismo, que deve convocar eleições gerais o mais tardar em 2010, ficaria como terceira força do país com 24% dos votos, atrás dos liberais-democratas, com 25%, e dos conservadores de David Cameron, com 44% dos votos.

Por sua importância eleitoral e simbólica, a perda de Londres constitui o maior golpe para a meta de Brown de ganhar nas próximas eleições legislativas, previstas para daqui a dois anos.

O conservador Boris Johnson, que se considerava uma aposta arriscada do líder conservador, David Cameron, foi a autêntica revelação desta campanha.

Johnson, de 43 anos, protagonizou uma das corridas mais meteóricas da política britânica, ao conquistar a Prefeitura de Londres sem praticamente ter experiência em cargos de responsabilidade.

Ex-jornalista em publicações conservadoras, conhecido por sua lábia e certa tendência a fazer comentários incovenientes, o deputado conservador terá que demonstrar agora que, além de ser engenhoso, sabe administrar uma cidade tão grande e complexa como Londres. EFE jm/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG