Conselho Presidencial aprova permanência de tropas não americanas no Iraque

Bagdá, 28 dez (EFE).- O Conselho Presidencial do Iraque aprovou hoje uma resolução que permite a permanência de tropas estrangeiras não americanas no país até agosto, segundo um comunicado oficial.

EFE |

A decisão já tinha sido aprovada pelo Parlamento em 23 de dezembro, mas dependia da ratificação no Conselho Presidencial iraquiano.

O comunicado divulgado pelo Conselho Presidencial (o presidente e os dois vice-presidentes) informa hoje da ratificação da resolução, que deixa nas mãos do Governo regular a atividade das tropas estrangeiras no Iraque.

Os soldados estrangeiros permanecem até agora no Iraque sob um mandato do Conselho de Segurança da ONU, que termina em 31 de dezembro, por isso era necessário definir o marco legal que permitiria um maior tempo de permanência das tropas no país.

A lei, que foi previamente aprovada pelo Parlamento em 23 de dezembro e ratificada hoje pelo Conselho Presidencial, estabelece que todas as tropas estrangeiras que não sejam americanas devem se retirar do Iraque antes de 1º de agosto.

Os soldados americanos estão amparados em um convênio de segurança assinado previamente pelos dois países e que permite sua presença no Iraque até o final de 2011.

Além dos cerca de 150 mil soldados americanos, no Iraque estão desdobradas tropas do Reino Unido, da Austrália, da Romênia, da Estônia e de El Salvador. EFE sj/ab/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG