Conselho Eleitoral proclama reeleição de Correa no Equador

Quito, 6 mai (EFE).- O Conselho Nacional Eleitoral (CNE) do Equador proclamou hoje a reeleição do presidente Rafael Correa, que recebeu 51,9% do total de votos.

EFE |

O resultado oficial confirma a reeleição de Correa com 3.584.236 votos (51,95%). Na segunda posição ficou o líder opositor Lúcio Gutiérrez, com 1.948.167 (28,24%).

O terceiro lugar foi do magnata Álvaro Noboa, com 789.021 votos (11,44%), e em quarto apareceu a socialista Martha Roldós, com 299.573 (4,34%).

O presidente do CNE, Omar Simon, aproveitou o anúncio dos resultados oficiais para "deplorar" as ações violentas cometidas por alguns "sujeitos políticos", que denunciaram irregularidades nas eleições do dia 26 de abril.

"Pedimos que todos os atores que tentam deslegitimar o processo e desconhecer a vontade dos cidadãos que tenham atitudes democráticas e reconheçam a derrota", disse.

Simon afirmou que o CNE "garante, o tempo todo, que a vontade dos cidadãos, expressada através de seu voto, será refletida nos resultados, e que somente serão eleitos aqueles que foram escolhidos pelo povo".

O presidente do CNE informou que foram eleitos 1.951 representantes, entre aproximadamente 26.000 candidatos inscritos.

EFE fa/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG