Conselho Eleitoral marca eleições no Equador para 26 de abril de 2009

Quito, 18 nov (EFE) - As eleições gerais no Equador ocorrerão em 26 de abril de 2009, informou hoje o presidente do Conselho Nacional Eleitoral (CNE), Omar Simons.

EFE |

Ele explicou que, em 23 de novembro, será oficializada a convocação para o primeiro turno das eleições, e que o segundo turno será realizado em 14 de junho de 2009.

Após a definição das datas das votações começam as tarefas de organização do processo eleitoral.

Ainda se desconhece o valor que o CNE deve investir para realizar as eleições nas quais, segundo a nova Carta Magna, poderão votar os policiais e militares, assim como os estrangeiros que moram legalmente no Equador há cinco anos e jovens que tenham completado 16 anos.

Antes da aprovação da Carta Magna, era preciso ter 18 anos para votar.

Nas eleições serão eleitos o presidente, vice-presidente, constituintes da assembléia e outras dignidades locais.

O CNE tem que convocar eleições em 23 de novembro para cumprir o que estabelece o Regime de Transição em vigor no Equador, depois que passou a vigorar a 20ª Constituição do país aprovada em um referendo em 28 de setembro. EFE sm/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG