O Conselho dos Guardiães da Constituição do Irã está disposto a recontar os votos da reeleição do presidente ultraconservador Mahmud Ahmadinejad, informou o porta-voz da instituição à agência oficial IRNA.

"Se o Conselho dos Guardiães chegar à conclusão de que foram cometidas infrações como compra de votos ou utilização de carteiras de identidade falsas ordenará uma recontagem", afirmou o porta-voz Abas Ali Kadjodai.

O presidente Mahmud Ahmadinejad foi declarado vencedor na eleição presidencial de 12 de junho com 63% dos votos, contra 34% atribuídos ao principal rival, Mir Hosein Mussavi.

aet-pcl/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.