Conselho de Segurança terá reunião de emergência sobre Suu Kyi

Nações Unidas, 11 ago (EFE).- O Conselho de Segurança da ONU realizará hoje uma reunião de emergência para tratar a condenação imposta por um tribunal militar de Mianmar (antiga Birmânia) à líder opositora Aung San Suu Kyi, disseram à Agência Efe fontes diplomáticas.

EFE |

Na reunião, convocada para as 16h de Brasília a pedido da França, será discutida uma possível condenação à sentença ditada contra a vencedora do Nobel da Paz, que provocou uma ampla rejeição na comunidade internacional.

"Há um texto que circula e que será discutido na reunião, mas veremos se será aprovado", acrescentaram as citadas fontes, em referência à tradicional reticência da China e de outros países asiáticos em punir o regime militar governado por Mianmar.

As declarações do Conselho, ao contrário das resoluções, devem contar com o respaldo unânime de seus 15 membros.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, expressou hoje sua "decepção" com a decisão do tribunal especial que considerou Suu Kyi culpada de quebrar os termos de sua prisão domiciliar.

Os magistrados a condenaram a três anos de trabalhos forçados, mas a Junta Militar comutou a pena e ordenou uma prisão domiciliar em sua residência em Yangun durante um ano e meio.

Ban lamentou a decisão do tribunal e exigiu ao Governo a libertação imediata de Suu Kyi, que, com esta condenação, poderia não participar das eleições que o regime deve realizar em 2010. EFE jju/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG