Conselho de Segurança promete fortalecer missões de paz da ONU

Nações Unidas, 5 ago (EFE).- O Conselho de Segurança (CS) da ONU se comprometeu hoje a fortalecer as missões de paz do organismo, se assegurando de que possuem os recursos adequados, ajustando seus mandatos e aumentando a cooperação com os países que fornecem tropas a suas operações.

EFE |

Os 15 membros do principal órgão das Nações Unidas fizeram a promessa em uma declaração adotada ao fim de uma longa reunião na qual discutiram como aumentar a eficácia das cada vez mais numerosas operações de pacificação.

O texto expressa a disposição do CS de dar aos militares mandatos que sejam claros, críveis e alcançáveis.

"O Conselho reconhece a necessidade de possuir uma variedade de respostas na hora de abordar uma situação que ameace a paz e a segurança internacional, e a desdobrar missões de paz somente como acompanhantes, e não como alternativas, a uma estratégia política", afirma o texto.

A embaixadora dos Estados Unidos na ONU, Susan Rice, ressaltou que a declaração "aumentará as probabilidades de êxito das operações de paz, tanto agora como no futuro".

Ela destacou que o texto ressalta a obrigação dos membros do Conselho de renovar sem alterações os mandatos das missões quando expirarem.

O embaixador-adjunto da China perante a ONU, Liu Zhenmin, reafirmou o respaldo chinês a uma reforma nas operações de pacificação.

O diplomata destacou a necessidade de prestar maior atenção à prevenção de conflitos, melhorar a supervisão das missões desde o Conselho de Segurança e levar em conta as circunstâncias particulares da África, palco de boa parte dos conflitos que aborda o organismo mundial.

Esta reunião se insere no processo de renovação da estratégia do organismo mundial no campo da manutenção da paz impulsionado pelo subsecretário-geral da ONU para Operações de Paz, Alain Le Roy. EFE jju/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG