Conselho de Segurança da ONU condena série de atentados em Bagdá

Nações Unidas, 19 ago (EFE).- O Conselho de Segurança das Nações Unidas condenou hoje a sucessão de atentados que causou a morte de pelo menos 95 pessoas em Bagdá e deixou outras 597 feridas, na maior série de ataques no país este ano.

EFE |

Os 15 membros do órgão ressaltaram, em uma declaração, que "esta tragédia" se produz no sexto aniversário do atentado contra a sede da ONU em Bagdá, no qual morreu o representante do organismo no Iraque, Sérgio Vieira de Mello.

"O Conselho de Segurança aproveita esta triste ocasião para reiterar o firme respaldo e apreço ao trabalho humanitária da ONU e seus funcionários no Iraque", diz o texto, que foi lido no fim da uma reunião pelo presidente rotativo do órgão, o embaixador britânico John Sawers.

O documento também adverte que "nenhum ato de terrorismo pode causar um retrocesso no caminho para a democracia, para a paz e para a reconstrução do Iraque, apoiado pelo povo, pelo Governo do Iraque e pela comunidade internacional".

O Conselho ressalta a obrigação de todos os países de ajudarem na luta contra o terrorismo, assim como de levar à Justiça os responsáveis pelos ataques realizados hoje na capital iraquiana. EFE jju/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG