Conselho da Unasul pedirá explicações à Colômbia sobre acordo com EUA

O Conselho Sul-Americano de Defesa pedirá maiores explicações à Colômbia sobre o acordo que permitirá aos Estados Unidos utilizar bases militares colombianas, informou neste domingo o ministro equatoriano da área, Javier Ponce.

AFP |

"Entendo que a Unasul insistirá em pedir maiores explicações à Colômbia sobre as bases", disse à imprensa o ministro, ao confirmar que o Conselho se reunirá no final de agosto para abordar o tema.

Bolívia, Equador e Venezuela rechaçaram o acordo entre Washington e Bogotá, alegando que este seria um "fator de desestabilização" na América do Sul.

Já Brasil e Argentina expressaram as suas reservas. A Colômbia, por sua vez, defende o acordo como um "assunto interno" e descartou que sua cooperação com os Estados Unidos seja uma ameaça para outros países.

"Quanto à nossa posição, é lógico que se finalizamos o acordo da Base de Manta, não estamos de acordo com novas bases, mas vamos ver o que acontece na Unasul e qual é a decisão que será tomada", concluiu Ponce.

O governo de Rafael Correa pôs fim a um acordo no qual os Estados Unidos utilizavam a base equatoriana de Manta para a luta contra o narcotráfico, e instituiu uma reforma constitucional que proíbe a instalação de bases estrangeiras.

str/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG