subversão - Mundo - iG" /

Conhecido dissidente chinês pega 11 anos de prisão por subversão

Pequim - Liu Xiaobo, um dos dissidentes políticos mais conhecidos da China, foi condenado hoje a 11 anos de prisão por incitar atividades de agitação destinadas a derrubar o Governo, informou a agência oficial Xinhua.

EFE |

A União Europeia (UE), os Estados Unidos e grupos de direitos humanos denunciaram o processo e pediram a libertação de Liu, mas a China acusou todos de interferência em seus assuntos internos.

AFP

Policial contém manifestante contrária a prisão

Ele foi julgado ontem por um tribunal de Pequim como co-autor de um documento em que pedia profundas reformas políticas no país, datado de 2008. O rápido andamento do processo foi criticado.

Segundo a condenação, Liu "estimulou a subversão contra o poder estatal".

Diplomatas de países do Ocidente e jornalistas estrangeiros não puderam entrar na sala do julgamento.

Liu critica o regime desde os protestos democráticos dos estudantes na Praça da Paz Celestial, em junho de 1989.

Escritor e ex-professor universitário, ele estava preso desde 2008, quando foi detido sob a acusação de ter escrito a carta. O documento pedia mais liberdades e reformas democráticas na China, além do fim do regime comunista de partido único.

Leia mais sobre: China

    Leia tudo sobre: china

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG