Congresso dos EUA bloqueia fechamento de Guantánamo

Orçamento do Pentágono para 2011 tem dispositivo que impede fechamento da prisão em Cuba. Projeto não foi apresentado a Obama

AFP |

As duas Câmaras do Congresso americano aprovaram nesta quarta-feira o orçamento do Pentágono para 2011, com um dispositivo impedindo de fato o fechamento da prisão de Guantánamo, em Cuba, bem como o julgamento de detidos nos Estados Unidos. Após vários meses de negociações, foi validada uma verba de US$ 725,9 bilhões para o ano fiscal de 2011, que começou no dia 1º de outubro.

O texto inclui medida que "impede a utilização de recursos do departamento de Defesa para construir ou modificar centros nos Estados Unidos para acolher prisioneiros de Guantánamo", segundo resumo divulgado pela Comissão de Defesa do Senado. O Pentágono tampouco poderá financiar "o traslado, a libertação ou qualquer tipo de ajuda" aos réus da base naval americana em Cuba. Além disso, será permitida a detenção de prisioneiros por tempo ilimitado, o que afeta 48 dos 174 homens que estão em Guantánamo, por serem considerados perigosos, embora possam recorrer da condenação.

O projeto não foi apresentado, ainda, ao presidente Barack Obama para aprová-lo ou vetá-lo.

    Leia tudo sobre: EUAGuantanamoPentágonoCongressoorçamento

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG