Congresso de Honduras adia debate sobre proposta de Arias

TEGUCIGALPA - O Congresso de Honduras adiou para segunda-feira o debate de uma proposta do presidente da Costa Rica, Oscar Arias, para superar a crise política criada pelo golpe de Estado que tirou o presidente Manuel Zelaya do poder.

Redação com agências internacionais |


"A sessão ficou para segunda-feira", disse o chefe da assessoria de imprensa do Congresso, Claudio Moncada, referindo-se à sessão prevista para esta quinta-feira em que uma comissão de sete deputados entregaria ao plenário um relatório sobre a proposta.

O chamado "Acordo de San José", apresentado por Arias há uma semana, estabelece a recondução de Zelaya a seu cargo e a renúncia deste em reformar a Carta Magna. Além disso, também foi proposta a antecipação em um mês das eleições, previstas inicialmente para 29 de novembro.

Críticas à Nicarágua

Nesta quinta-feira, a agência EFE teve acesso a um documento enviado pelo chanceler do governo interino de Honduras, Carlos López, a seu colega da Nicarágua, Samuel Santos. No texto, o hondurenho critica a "tolerância" do país diante dos atos de Zelaya.

"A tolerância mostrada por seu governo às ações de provocação e violência empreendidas do território nicaraguense pelo ex-líder hondurenho José Manuel Zelaya Rosales é inadmissível e contrária às normas do Direito Internacional", acusa o documento, datado de 28 de julho.

Desde a semana passada, Zelaya está na cidade nicaraguense de Ocotal, perto da fronteira hondurenha, de onde tentou retornar a seu país e anunciou a intenção de organizar uma resistência pacífica.

Na nota, López afirma que o presidente deposto "faz chamados à insurreição, organiza colunas, instala em Ocotal e Estelí acampamentos e quartéis, além de bases de operação (...) e se mobiliza com a proteção de policiais e militares".

(Com informações de AFP e EFE)

Leia também:


Leia mais sobre Honduras

    Leia tudo sobre: hondurasmanuel zelayanicarágua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG