A Câmara dos Deputados da Argentina aprovou na madrugada desta quarta-feira um projeto de lei para autorizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo, o que transformará o país no primeiro da América Latina a permitir essas uniões, se a norma for votada pelo Senado.

A Câmara dos Deputados da Argentina aprovou na madrugada desta quarta-feira um projeto de lei para autorizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo, o que transformará o país no primeiro da América Latina a permitir essas uniões, se a norma for votada pelo Senado.

A iniciativa foi aprovada com 126 votos a favor, 109 contra e cinco abstenções depois de uma longa sessão especial da Câmara dos Deputados, que durou 12 horas.

Desde dezembro passado, cinco casais do mesmo sexo obtiveram permissões judiciais para contrair enlace matrimonial por registro civil.

Algumas dessas uniões foram anuladas por outros juízes, mas os noivos afetados estão em processo de apelação.

ol/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.