Confrontos tribais no nordeste da Índia deixam pelo menos 21 mortos

(atualiza com novo número de vítimas e deslocados e acrescenta envio de tropas) Nova Délhi, 5 out (EFE).- Pelo menos 21 pessoas morreram e cerca de 50 ficaram feridas em confrontos entre tribos rivais na região de Assam, no nordeste da Índia, informou hoje uma fonte policial.

EFE |

Segundo a fonte, citada pela agência "PTI", cinco pessoas morreram espancadas hoje em uma mercearia no distrito de Udalgiri, o que aumenta para 21 o número de vítimas fatais nos choques que se iniciaram há três dias.

Já a agência "Ians", que cita fontes oficiais, elevou para 30 o número de mortos nos distúrbios e informou que 14 das vítimas morreram atingidas por tiros da Polícia.

A violência obrigou aproximadamente 30 mil pessoas de diferentes comunidades étnicas a abandonarem suas casas e a se refugiarem em acampamentos disponibilizados pelas autoridades.

Os confrontos começaram na última sexta-feira, quando voluntários de um partido político local, pertencentes à tribo bodo, foram atacados por um grupo de homens armados de uma comunidade rival em uma região de Udalgiri.

Os distúrbios, que se estenderam ao distrito vizinho de Darrang, afetaram 20 municípios, e cerca de 400 casas foram incendiadas.

Os agressores, armados com facões, pistolas de fabricação caseira, arcos e flechas, se deslocaram para áreas onde vivem comunidades rivais.

A situação continua tensa no momento, e o Exército posicionou dez unidades de infantaria nas zonas afetadas pelos distúrbios. Para conter a violência, as autoridades também decretaram toque de recolher. EFE mb/fh/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG