Confrontos no Paquistão matam 41 rebeldes e 1 soldado

ISLAMABAD - Pelo menos 41 rebeldes e um soldado morreram nas últimas 24 horas em confrontos no noroeste do Paquistão, disseram as autoridades. No distrito de Bannu, na Província da Fronteira Noroeste (NWFP), o Exército matou 35 insurgentes ao retomar áreas ocupadas pelos insurgentes e reassumir o controle de um forte, segundo um comunicado.

EFE |

"Por um período de tempo, o forte de Jani Khel tinha virado um refúgio seguro para terroristas e criminosos. Era usado como base para atividades criminosas e terroristas em outras zonas da NWFP e em outras províncias", diz uma nota dos militares.

O Exército também confirmou outros confrontos no Vale do Swat e o no distrito de Buner, onde as tropas teriam recuperado a passagem estratégica de Karakar.

O comunicado diz ainda que aviões bombardearam hoje dois esconderijos "terroristas" na região de Makeen, no Waziristão do Sul, em represália aos ataques suicidas de ontem em Lahore (leste) e Nowshera (noroeste).

"O número de vítimas (no bombardeio) não pôde ser determinado", destaca a nota, que aponta o distrito tribal de Orakzai como outro lugar bombardeado pelo Exército paquistanês.



Leia mais sobre: Paquistão

    Leia tudo sobre: paquistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG