Confrontos entre sandinistas e liberais matam 2 na Nicarágua

Manágua, 10 nov (EFE).- Pelo menos duas pessoas morreram e outras seis ficaram feridas hoje em Manágua em enfrentamentos entre sandinistas e liberais, que se declaram vencedores nas eleições municipais na capital, informaram diversas fontes.

EFE |

O ex-presidente nicaragüense Arnoldo Alemán disse em coletiva de imprensa conjunta com o candidato liberal à Prefeitura de Manágua, o legislador opositor Eduardo Montealegre, que um dos mortos é uma mulher, que foi atingida por um tiro.

Eliseo Núñez, porta-voz do Movimento Vamos com Eduardo, aliado do grupo opositor liderado pelo Partido Liberal Constitucionalista (PLC), informou, por sua vez, sobre outra vítima, morta também a tiros.

A Polícia Nacional ainda não confirmou as mortes, enquanto a governante Frente Sandinista de Libertação Nacional (FSLN) informou de pelo menos cinco feridos em enfrentamentos com os liberais.

Os fatos ocorreram no setor sul de Manágua, próximo à casa de campanha do Movimento Vamos com Eduardo, depois que milhares de simpatizantes saíssem às ruas para comemorar o autoproclamado triunfo de Montealegre, candidato da aliança PLC.

Os resultados parciais oficiais, divulgados pelo Conselho Supremo Eleitoral (CSE), colocam em primeiro lugar em Manágua o candidato do FSLN, o ex-campeão mundial de boxe Alexis Argüello. EFE lfp/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG