Kinshasa, 1 dez (EFE) - Os confrontos entre rebeldes do Congresso Nacional para a Defesa do Povo (CNDP) e os milicianos mai-mai se estenderam hoje à localidade de Kanyero, localizada 60 quilômetros ao oeste de Goma, indicaram fontes da ONU.

As fontes afirmam que as facções rivais que há dias se enfrentam no território de Masisi trocaram tiros e causaram deslocamentos de civis que conseguiram refúgio na Zâmbia.

Mais de seis mil pessoas chegaram desde sábado a Masisi, enquanto outros se dirigiram para o sul, para Nyabiondo, declarou o coronel Mugabo, comandante das tropas mai-mai no setor.

Segundo ele, seus seguidores frearam a ofensiva dos combatentes do CNDP em direção a Katoyi, no território de Kasenyi.

O CNDP afirmou ter decidido se retirar do eixo Nyamilima-Ishasha no território de Rutshuru para dar uma oportunidade à paz.

A população do setor confirmou a retirada dos rebeldes até Kisharon, menos de 20 quilômetros ao norte de Kiwanja.

Segundo a Missão de Paz da ONU na RDC (Monuc) a retomada dos confrontos no leste da RDC reduziu o número de candidatos ao retorno dos congoleses refugiados na Zâmbia.

"Justamente antes dos combates na região do Kivu, tinha subido o número de refugiados que se registravam voluntariamente para ser repatriados", afirmou o representante em Lusaka do Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (Acnur), James Lynch.

No entanto, agora, poucos deles tentavam se registrar e alguns que tinham feito desistiram na última hora por causa dos combates, disse Lynch. EFE py/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.