Istambul, 31 ago (EFE).- Quatro gendarmes turcos e dois guerrilheiros curdos morreram hoje em conseqüência de um ataque do grupo armado Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) contra um posto de vigilância turco na província sudeste de Bingöl, informou a agência de notícias estatal Anadolu.

O ataque do grupo separatista aconteceu por volta das 0h40 local (18h40 de Brasília do sábado), quando vários militantes curdos começaram a atirar contra um posto em Bingöl, vigiado por efetivos da Gendarmaria (Polícia militarizada) turca.

Esse corpo militar tem funções policiais de vigilância da ordem pública nas zonas rurais da Turquia.

No ataque, morreram quatro efetivos da Gendarmaria, enquanto outros quatro ficaram feridos e foram transferidos de helicóptero para um hospital próximo.

Após esta ofensiva do PKK, o Exército turco iniciou uma operação militar de rastreamento em vários lugares do sudeste da Turquia, povoado majoritariamente por curdos.

Segundo fontes turcas, dois militantes do PKK morreram na operação no distrito de Genç (província de Bingöl) e na província de Midyat, fato que foi confirmado pela agência "Firat", próxima ao PKK. EFE amu/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.